Buscar

Velocidade da transformação é exponencial



Consultor Silvio Andrade falou sobre tecnologia e inovação em palestra no CONGRECOR

O  impacto da velocidade da transformação nas nossas vidas foi o tema da palestra que o consultor Silvio Eduardo Andrade abordou na tarde desta sexta, 3, segundo dia do 1º CONGRECOR  - Congresso Regional Centro-Oeste e Minas dos Corretores de Seguros. A apresentação, que foi conduzida pelo presidente do Sincor de Mato Grosso do Sul, Arnol Lemos, foi realizada no Center Convention de Uberlândia.


“A cada dia, aceleram-se as transformações não só na tecnologia, mas também na forma como consumimos e temos nossas experiências”, comentou Silvio Andrade, que atua há 18 anos no mercado, destacando-se  como especialista em tecnologia e inovação. "Essas mudanças têm influência na economia em geral e, em particular, no mercado de seguros, que precisa se adaptar às novas demandas ", frisou o consultor.


O palestrante explicou que já estamos vivendo neste ritmo de transformações e, em seguida, exibiu num telão imagens do que era novidade há duas décadas, como o diskman, a câmera digital, o videogame Atari. "Há cerca de 20 anos este volume imenso de transformações está nos impactando, numa velocidade que parece cada vez maior. E este ritmo deve continuar nas próximas décadas. O celular que carregamos hoje no bolso é 120 vezes mais rápido em processamento de dados do que os computadores que levaram o homem à Lua", observou Silvio Andrade.


"Hoje até integramos um novo gesto, o deslizar dos dedos numa tela de celular ou do tablet. Estamos sempre querendo estar online, 24 horas no ar. Estamos nos adaptando cada vez mais rápido às novas tecnologias. Se antes isso acontecia de forma linear, atualmente essa velocidade adquire um ritmo exponencial", afirma o consultor.


"Precisamos saber lidar com o velho e o novo, mas sobretudo, devemos fazer uma reflexão sobre como as pessoas, tanto no aspecto profissional como no particular, vão se estruturar nesse novo cenário e a dificuldade é reconhecer os momentos de virada de curva. A tecnologia vai deixar para o corretor de seguros, por exemplo, mais fácil e barato entrar em contato com o seu cliente", destacou Silvio Andrade, dando como exemplo o uso, por parte de pequenos empresários, do WhatsApp e o Instagram como canal de vendas.


"É preciso reservar um tempo na sua empresa para pensar o futuro, o novo, o amanhã e não apenas ficarmos resolvendo problemas de ontem ou o que temos para fazer hoje. Aconselho o corretor de seguros a experimentar o relacionamento digital com o seu cliente. Vocês, corretores, são um banco de dados do setor de seguros", concluiu.


O palestrante tem dedicado os últimos 10 anos de sua carreira a projetos digitais, inovação e transformação, atuando em organizações tradicionais ou nativas digitais (startups), como EDP Energias do Brasil, Telefônica, CI&T e Keyrus.


Fonte: Assessoria de Comunicação do 1º CONGRECOR | Ampli Comunicação

© 2020 Congrecor

Desenvolvido por Ampli Comunicação